Rádio Globo Rio

98.1 FM Rio de Janeiro - Rio de Janeiro

Rádio Globo Rio

Bota Amizade Nisso!

Sobre a Rádio Globo Rio

Não há como negar que no cenário atual, com todo o avanço da modernidade nas veiculações de notícias via internet, para uma emissora de rádio manter-se atualizada de forma a ainda conquistar ouvintes todos os dias não é uma tarefa fácil. Porém, assim como algumas ainda remanescentes que viveram a era áurea do rádio, entre os anos de 40 e 50, a Rádio Globo faz parte de uma seleta lista de emissoras que sobreviveram e se reinventaram, de forma a continuar o bom legado construído através do tempo.

Histórico

A Rádio Globo é uma emissora pertencente ao grupo Globo de comunicação. Roberto Marinho (1904-2003), empresário brasileiro e filho do jornalista Irineu Marinho, já era proprietário do Grupo Globo desde 1925, quando em 1944 adquiriu o controle das ações da Rádio Transmissora Brasileira (propriedade da antiga RCA Victor) e assim começou suas atividades no segmento.

A considerar que a rádio havia inaugurado no período entre os últimos meses da Segunda Guerra mundial, a Rádio Globo se dedicou a ser uma emissora de cunho popular, procurando atingir as grandes massas, considerando também o aumento do desenvolvimento econômico nas áreas urbana e industrial, sendo favorecida inclusive pela democratização após o período conhecido como Estado Novo.

Com o desenvolvimento de um novo sistema político em nosso país, em que adotaria um regime mais democrático, a emissora passou a investir parte de seu conteúdo programático em favor de novas carreiras políticas. No ano de 1947, já possuindo certo prestígio e popularidade, artistas e apresentadores da emissora se elegeram vereadores, onde entre estes podemos destacar Ari Barroso, candidato à época pela UDN (União Democrática Nacional) e Sagramor de Scuvero (radialista famosa por seus programas dedicados ao público feminino), na legenda do Partido Republicano (PR). 

Também nesse período compreendido entre a segunda metade da década de 40 até a década de 50, a rádio Globo que já havia transmitido diretamente da Câmara dos Deputados debates a respeito da cassação dos representantes eleitos pelo Partido Comunista, mais precisamente em julho de 1949, passou a transmitir o programa Tribuna Política, responsável pela gravação e transmissão de depoimentos das principais lideranças da capital federal do país.

No início da década de 50 a emissora já ocupava o quarto lugar na disputa pela audiência do público carioca. Entre os programas que mais fizeram sucesso nessa época, destacou-se o Conversa em família, uma espécie de crônica narrada em forma teatral cujos principais temas sempre eram de caráter político, inclusive, recebendo a visita de parlamentares. Mas apesar da seriedade na abordagem dos assuntos, a programação criava um clima de descontração, bem semelhante a uma conversa em família realmente.

Ainda na década de 1950, a considerar a fase deveras traumática desenvolvida ao longo do período do Estado Novo, e também com a eleição de Getúlio Vargas à presidência, a Rádio Globo passou a ser um dos grandes veículos de mídia que buscavam contestar o novo governo. Acreditava-se que Vargas poderia se utilizar de sua popularidade provada nas urnas para criar um regime ditatorial, tal como havia feito no primeiro período de mandato, em 1937.

Nesse tempo, a emissora resolve abrir seus microfones para os principais adversários de Vargas na UDN, entre eles, o jornalista Carlos Lacerda. Considerando a abertura concedida pela rádio em 1953, Lacerda resolve atacar o jornalista Samuel Wainer, diretor-proprietário do Jornal carioca Última hora, um periódico declaradamente pró-Getúlio, cujo slogan (proferido pelo próprio Wainer) era "um jornal de oposição à classe dirigente e a favor de um governo". Lacerda ainda viria a atacar Getúlio em outra oportunidade, quando em 5 de abril de 1954, acusava-o de pacto com o então presidente argentino Domingo Perón, na tentativa de alinhar Brasil, Argentina e Chile na formação de um bloco anti-Estados Unidos.

Ainda na década de 50, tentando encontrar seu espaço entre as rádios AM, e considerando a liderança absoluta da Rádio Nacional naquela época, a Rádio Globo resolveu inovar na forma de transmitir comunicação. Começou a trabalhar no desenvolvimento de uma nova forma de veiculação de notícias, onde o locutor não seria meramente um narrador de fatos e sim, uma espécie de mestre-de-cerimônias, um comunicador que faria uma ponte buscando estreitar mais os laços entre locutor, notícia, e ouvinte.

Uma nova perspectiva onde permitiria ao locutor até mesmo a liberdade de improvisação. Esse novo modelo começou a fazer grande sucesso na época, onde, entre outros, podemos destacar grandes nomes como Luís de Carvalho, Jonas Garret, Mário Luís e Haroldo de Andrade. Este último ganharia um programa com seu próprio nome no ano de 1965, consolidando de vez a liderança de audiência que a emissora vinha mantendo desde 1964, acreditando sempre nessa nova forma de comunicação e mantendo sua programação dentro do considerado tripé de sucesso, "música, esporte e notícia".

Após a década de 70 a Rádio globo continuou conquistando notoriedade entre as principais emissoras do Rio, chegando à década de 90 a incrível marca de 177 mil ouvintes por minuto. Nesse mesmo período, faziam parte do sistema Globo as rádios CBN AM e FM, Globo AM e FM, BH FM, e as representantes CBN nos estados de Minas Gerais e Distrito Federal.

Na virada do século a emissora opta por iniciar uma nova formação denominada Rádio Globo Brasil, fazendo transmissões conjuntas entre os estados de Rio e São Paulo e no ano seguinte, em 2002, relançando a Rádio Globo Minas.

Em 2009 a Rádio Globo Brasil resolve adotar o nome RádioGlobo (tudo junto), adotando uma nova identidade visual e o slogan "Bota amizade nisso!" Dentro dessa mudança a emissora investiu também em mudanças nas vinhetas, na programação, na página da internet e nas transmissões externas como o GloboMóvel.

Atualmente a emissora continua com sua grade de programação que lhe tem sido fonte de sucesso ao longo das últimas décadas, além de seu canal na internet, e as afiliadas AM e FM entre os três principais estados do Sudeste.

Endereço
Rua do Russel 434 – Glória - Rio de Janeiro (RJ) - CEP 22210-010

Telefone
(21) 2461-1220

WhatsApp
(21) 99764-2382

Site

Segmentos: Esportes, Notícias

Programação

HorárioPrograma
00:00 - 03:00Madrugada e Cia
Alexandre Ferreira
03:00 - 05:00Bom Dia Globo
Jorge Luiz
05:00 - 06:00Acorda, Rio!
Jorge Luiz
06:00 - 09:00Show do Antonio Carlos
Antonio Carlos
09:00 - 10:05Momento de Fé
Padre Marcelo Rossi
10:05 - 12:00Manhã da Globo RJ
Roberto Canazio
12:00 - 14:00Alegria ao Meio-Dia
Mario Esteves e Tropa do Riso
14:00 - 17:00David da Tarde
David Rangel
17:00 - 19:00Globo Esportivo RJ
Luiz Penido
19:00 - 20:00Esporte@Globo RJ
Rafael Marques
20:00 - 00:00Rádio Globo Futebol Clube
-

Deixe a sua opinião

Formulário para comentar
Nota:

Opinião do ouvinte (1303)

muito bom

ótima, mas que não poder ouvir mais no meu ratinho de pilha na frequência 1220

a melhor rádio com transmissão de futebol e geral do país ... parabéns ao penidao queridão ....

Os comunicadores Alexandre Ferreira, Antonio Carlos, Jose Carlos Araujo sairao. Assim como varios reporteres e profissionais, foram para a TUPI. O Am acabou, e a TUPI RIO cresceu, esta sendo a melhor e a maior audiência do Rio e do Brasil.

ótima....
narra aí gol do Mengão

Lourdes .de Floresta Azul Bahia. CarvalhoCarvalhoA melhor rádio. Estou feliz por ter encontrei ..através








do programa de P.Marcelo assisto ou edcuto todos os dias. tenho saudade do programa de Valdir Vieira.

A melhor do rio.

Melhor rádio! Parabéns aos envolvidos...
futebol é na rádio Globo.







melhor radio

globo audiência total em São Paulo

mais opiniões dos ouvintes